Destaques

As centrais sindicais convocaram um Dia Nacional de Mobilização e Paralisações para 10 de agosto. A data tem por objetivo concentrar e promover lutas em todo o país contra os ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo do governo Temer, desde a nova Lei das Terceirizações (13.429/2017) e da Reforma Trabalhista (Lei 13.467/2017) até a (ainda) não votada Reforma da Previdência (PEC 287/2016).

Quem convoca?

Em Roraima a mobilização acontecerá a partir das 8 da manhã na Praça do Centro Cívico. Estão convocando para o ato as Centrais Sindicais: CSP-Conlutas, CUT, CGTB, CSB, CTB, Força Sindical, Intersindical, Nova Central e UGT. No dia anterior, 09 de agosto, haverá uma panfletagem convocando a população e os Trabalhadores para participarem.

Dia do Basta BV

 

Mais sobre o 10 de agosto

Convocado por nove centrais sindicais, o 10 de agosto será um dia de lutas para o qual estamos sendo chamados a construir, em todo o Brasil, as mais diversas formas de atividades: panfletagens, manifestações, aulas públicas e atos contra todos os ataques que a classe trabalhadora sofreu nesses últimos dois anos.
A Emenda Constitucional nº 95/2016 (EC 95), a Reforma Trabalhista, as terceirizações, as privatizações e a ameaça da Reforma da Previdência mostram o grau de reacionarismo deste governo. A consequência deste projeto são mais de 25 milhões de desempregados ou subempregados, levando uma parcela considerável do nosso povo a viver em situação de extrema miséria.
O dia 10 de agosto para nós, servidores públicos, deve ser construído como um dia de denúncia ao desmonte do Estado como consequência direta da EC 95 – aquela que denominamos como "PEC da Morte" quando lutávamos contra sua aprovação, em 2016.
Este Dia Nacional de Mobilização e Paralisações deve ser construído com a necessária discussão na nossa base em defesa da Rede Federal de Educação. Não podemos compactuar com essa ameaça de diminuição da assistência em educação prestada por nossas escolas à população brasileira.
Os Institutos Federais (IFs) deram sinais de enorme qualidade em seus serviços prestados. Qualquer indicador mostra que nossos resultados são excelentes. Portanto não é justo que o golpismo ameace a permanência do projeto educacional de maior sucesso no Brasil nos últimos anos.
Nossas bases, organizadas nos IFs, Cefets, Colégio Pedro II, Ines, IBC, colégios militares e servidores dos ex-territórios, devem fazer assembleias e discutir qual a melhor forma de participar das atividades do dia 10 de agosto.
Não podemos ficar de fora desta luta, que é tão necessária para nossa própria sobrevivência!
Dia 10/08 é Dia de Luta e devemos participar com todas as nossas forças!
 
 
 
Com informações do SINASEFE Nacional.

mais noticiasA